12/01/2011

Padrão Social - Do ponto de vista sociológico

Segundo Emile Durkheim, considerar os fatos sociais com coisas é uma regra fundamental que tem como objetivo a libertação das emoções da nossa consciência para somente interpretar o objeto. Esse Conceito teve origem com Augusto Comte, porém ele se afasta da verdade ao valorizar a sua idéia sobre a História, apelando para uma noção metafísica, ou seja, o certo seria partir das coisas para as idéias e não das idéias para as coisas, nesse caso, analisando a Historia em si. Para Durkheim é preciso afastar e eliminar as pré noções, pois elas dificultam a busca pela verdade. A educação tem a função de falsificar o ser social por causa da imposição de regras, que fazem o individuo acreditar ser de sua própria elaboração, no entanto, quando crianças nos são imposto uma série de ensinamentos, hábitos e formas de comportamento que são resultados de uma obra coletiva que nós incorporamos. O casamento ou o nascimento são fatos sociais, ou seja, a Reprodução de um modelo coletivo. Primeiro vem o namoro, depois o casamento e depois os filhos, isso em uma faixa etária de 25 a 30 anos. A sociedade cobra que o individuo siga o padrão, ao contrario estará quebrando as regras sociais. Concluindo, fato social é toda ação que não depende do individuo, mas sim das regras, tendo como essência o modo de agir do ser humano.

Ana Laura Borges de Melo
Publicado: 30/04/2010


Nathália Rocha: Nenhum dos livros que eu li, nada diz respeito a "obrigatoriedade em seguir padrões sociais". Escolhi esse título para o blog, pois acredito que ele nos leva a refletir.
O que são padrões sociais? O que é certo ou errado?

[...]quando crianças nos são imposto uma série de ensinamentos, hábitos e formas de comportamento que são resultados de uma obra coletiva [...].

No trecho acima já nos deixa bem claro que o que é padrão social.

Estão fora do padrão: Gordinhos, negros, magros demais, "feios" (entre aspas porque beleza é algo do ponto de vista pessoal), homossexuais, baixinhos, altos demais e entre outros...

Mas neste blog, vamos procurar trabalhar mais o lado da questão do homossexualismo.

Certo ou errado?  Assunto tão polêmico para a sociedade. Não existe certo ou errado. O mundo contém definições, e definições são criadas por humanos, que por sua vez são falhos e imperfeitos.

Não temos o direito de julgar o outro, nunca teremos. Não temos o dever de ser como a sociedade condiz, devemos seguir o que é bom para nós, seguir o que nos faz feliz... Ninguém será feliz por mim e eu não serei feliz pra ninguém.

Que estipulem padrões e coloquem tabus. Estaremos aqui sempre pra enfrentá-los, no quesito, homossexualismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário